bug TAW

Agência Nacional para a Qualificação e o Ensino Profissional, IP
Símbolo de conformidade nível AAA das Directrizes de Acessibilidade Web página de entrada (Alt + E)
Área de Pesquisa (Alt + P)mapa do site (Alt + M)
   
 
Área de Navegação Principal (Alt + N)
 

Área de Outros Links (Alt + O)
 
 
Área de Acesso Reservado (Alt + R)
 
 
Símbolo de acessibilidade na WebD produzido
por masterlink
Área de Conteúdos (Alt + C)imprimir (Alt + I)

Cursos Profissionais

Os Cursos Profissionais são um dos percursos do nível secundário de educação, caracterizado  por uma forte ligação com o mundo profissional.
Tendo em conta o teu perfil pessoal, a aprendizagem realizada nestes cursos valoriza o desenvolvimento de competências para o exercício de uma profissão, em articulação com o setor empresarial local. 

Para quem
Os Cursos Profissionais podem ser o percurso mais indicado para ti se:
 - concluíste o 9.º ano de escolaridade ou formação equivalente;
 - procuras um ensino mais prático e voltado para o mundo do trabalho;
 - não excluis a hipótese de, mais tarde, prosseguires estudos.

Qual o objetivo
Os Cursos Profissionais são percursos que cumprem vários objectivos:
 - contribuem para que desenvolvas competências pessoais e profissionais para o exercício de uma   
   profissão;
 - privilegiam as ofertas formativas que correspondem às necessidades de trabalho locais e regionais;
 - preparam-te para acederes a formações pós-secundárias ou ao ensino superior, se for essa a tua    
    vontade. 

O que são
Estes cursos têm uma estrutura curricular organizada por módulos, o que permite maior flexibilidade e respeito pelos teus ritmos de aprendizagem.

O plano de estudos inclui três componentes de formação:
    - Sociocultural;
    - Científica;
    - Técnica.

A componente de formação Técnica inclui obrigatoriamente uma formação em contexto de trabalho.

COMPONENTES DE FORMAÇÃO DISCIPLINAS TOTAL DE HORAS (a) / CICLO DE FORMAÇÃO 
 




Sociocultural
Português 320h
 
Língua Estrangeira I, II ou III (b) 220h
 
Área de Integração 220h
 
Tecnologias da Informação e Comunicação 100h
 
Educação Física 140h
 
Científica 2 a 3 disciplinas (c) 500h
 
Técnica 3 a 4 disciplinas (d) 1180h
 
Formação em Contexto de Trabalho (e) 420h
 
Carga horária total/ Curso 3100h
 
 
 
 
 

(a) Carga horária global não compartimentada pelos três anos do ciclo de formação, a gerir pela escola, no âmbito da sua autonomia pedagógica, acautelando o equilíbrio da carga horária anual de forma a otimizar a gestão global modular e a formação em contexto de trabalho.
(b) O aluno escolhe uma língua estrangeira. Se tiver estudado apenas uma língua estrangeira no ensino básico, iniciará obrigatoriamente uma segunda língua no ensino secundário.
(c) Disciplinas científicas de base a fixar em regulamentação própria, em função das qualificações profissionais a adquirir.
(d) Disciplinas de natureza tecnológica, técnica e prática estruturantes da qualificação profissional visada.
(e) A formação em contexto de trabalho visa a aquisição e o desenvolvimento de competências técnicas, relacionais e organizacionais relevantes para a qualificação profissional a adquirir.

Prova de Aptidão Profissional
Estes cursos culminam com a apresentação de um projeto, designado por Prova de Aptidão Profissional (PAP), no qual demonstrarás as competências e saberes que desenvolveste ao longo da formação.

Estes cursos, organizados de acordo com referenciais de formação, estão distribuídos por 39 áreas de formação:


- Artes do espectáculo
- Audiovisuais e produção dos media
-
Design
- Artesanato
- Filosofia, história e ciências afins
- Jornalismo
- Biblioteconomia, arquivo e documentação (BAD)
- Comércio
- Marketing e publicidade
- Finanças, banca e seguros
- Contabilidade e fiscalidade
- Gestão e administração
- Secretariado e trabalho administrativo
- Enquadramento na organização/empresa
- Ciências informáticas
- Metalurgia e metalomecânica
- Eletricidade e energia
- Eletrónica e automação
- Engenharia química
- Construção e reparação de veículos a motor

- Indústrias alimentares
- Têxtil, vestuário, calçado e couros
- Materiais (madeira, papel, plástico, vidro e outros)
- Indústrias extrativas
- Arquitetura e urbanismo
- Construção civil
- Produção agrícola e animal
- Floricultura e jardinagem
- Silvicultura e caça
- Pescas
- Serviços de saúde
- Ciências dentárias
- Serviços de apoio a crianças e jovens
- Trabalho social e orientação
- Hotelaria e restauração
- Turismo e lazer
- Proteção do ambiente
- Proteção de pessoas e bens
- Segurança e higiene no trabalho
 
 
 
 



Cursos de Ensino Profissional
No âmbito da Revisão Curricular do Ensino Profissional, os cursos profissionais entram em funcionamento de forma faseada:
- Cursos criados

Qual a certificação
Após a conclusão, com aproveitamento, de um Curso Profissional obténs o ensino secundário e certificação profissional, conferindo o nível 4 de qualificação do Quadro Nacional de Qualificações.

Prosseguimento de estudos/formação
A conclusão de um Curso Profissional permite-te o prosseguimento de estudos/formação num Curso de Especialização Tecnológica ou o acesso ao ensino superior, mediante o cumprimento dos requisitos previstos no regulamento de acesso ao ensino superior.

Onde
Os Cursos Profissionais podem funcionar:
 - escolas profissionais, públicas ou privadas;
 - escolas secundárias da rede pública.

Legislação
Se quiseres saber mais sobre os Cursos Profissionais, podes consultar a legislação referente a esta oferta educativa e formativa.

Reorientação do percurso formativo em cursos do nível secundário de educação
O despacho normativo n.º 29/2008, de 5 de junho, introduziu alterações ao despacho normativo n.º 36/2007, de 8 de outubro, que regula o processo de reorientação do percurso formativo dos alunos entre cursos do nível secundário de educação abrangidos pelo decreto-lei n.º 74/2004, de 26 de março. As alterações introduzidas procuraram aperfeiçoar os mecanismos de reorientação existentes - sobretudo através da adoção de soluções mais flexíveis e de um reforço da diversidade da atual oferta formativa do nível secundário de educação - incidindo, essencialmente, sobre:
(i) o apuramento da classificação de disciplinas, nos regimes de permeabilidade e de equivalência;
(ii) a frequência de um curso do nível secundário de educação após a conclusão de um outro; e
(iii) a creditação de módulos concluídos com aproveitamento no curso de origem.
 
Para um melhor esclarecimento e a devida apropriação das alterações introduzidas pelo despacho normativo n.º 29/2008, de 5 de junho, os serviços das então Agência Nacional para a Qualificação, I.P. (ANQ, I.P.) e Direção-Geral de Inovação e Desenvolvimento Curricular (DGIDC) elaboraram conjuntamente um Documento Informativo sobre este assunto.

 

« voltar